AJUFER oferta vagas para curso sobre Direitos Indígenas e visita à terra indígena dos Wajãpi

Entre os dias 7 e 10 de novembro de 2017, será realizado em Macapá-AP, o curso “O Poder Judiciário e os Direitos Indígenas”. O curso é uma realização da Escola de Magistratura Federal da 1ª Região – ESMAF e a Escola Judicial do Estado do Amapá – EJAP, com o apoio da Associação de Juízes Federais da 1ª Região – AJUFER. Estarão presentes e farão parte da abertura do evento o Desembargador João Lages (Diretor da EJAP); o Juiz Federal e Diretor do Foro da SJAP, Walter Henrique Vilela Santos (TRF 1ª Região); e a Juíza Federal Célia Regina Ody Bernardes (TRF 1ª Região).

Comprometida com o aperfeiçoamento dos Juízes Federais da 1ª Região, a AJUFER disponibilizou por meio de Edital a abertura de 10 vagas a serem sorteadas entre seus associados e que cobrirão despesas relativas às passagens aéreas e hospedagem nos dias do evento. Os interessados em participar do sorteio podem se inscrever através do e-mail ajufer@ajufer.org.br até as 18h do dia 18 de outubro. De acordo com a ESMAF, a ação será ofertada como um curso oficial de aperfeiçoamento para fins de vitaliciamento e/ou promoção na carreira, de acordo com as exigências da ENFAM, com carga horária de 30 h/a.

Visita à Terra Indígena Wajãpi

O objetivo da Escola de Magistratura Federal da 1ª Região e da Escola Judicial do Estado do Amapá ao oferecer o curso para Juízes Federais é que essa experiência possa auxiliá-los na fundamentação das suas decisões, levando em consideração as especificidades das práticas e conhecimentos dos povos tradicionais, fazendo dialogar com o Direito Internacional dos Direitos Humanos e o Direito brasileiro. De forma que os juízes possam vivenciar um pouco mais dessa experiência de tradição milenar, o curso possibilitará uma visita guiada à terra indígena dos Wajãpi nos dias 9 e 10 de novembro. Estará a frente dessa visita a antropóloga e PhD Denise Fajardo que fará explicações sobre aspectos antropológicos e culturais na terra indígena Wajãpi in loco. Durante a visita, está previsto também um momento de diálogo com líderes da Aldeia.

Para receber a certificação do Curso, é imprescindível a participação na visita à terra indígena. Orientações gerais para a visita e mais informações sobre a participação no sorteio, podem ser encontradas no Edital (clique aqui).

Deixe um comentário

Entre em contato

Não estamos disponíveis no momento. Deixe seus contatos que retornaremos assim que possível.

Sem leitura? Troque o texto. captcha txt